Weby shortcut
Youtubeplay
  • Ver todas
  • CIBIO

    5 CIBIO

    03 a 04 Junho

    O CIBIO - Congresso Internacional de Biomassa é um evento anual coordenado e organizado pelo Grupo FRG Mídias & Eventos, que conta com o apoio das principais associações e entidades ligadas ao setor da Biomassa no Brasil e exterior. estando já em sua 4ª edição!

    O Congresso tem papel fundamental nesta nova fase da Matriz Energética Brasileira, onde a busca por tecnologias limpas para geração de energia, se faz urgente para garantir o futuro e o crescimento do país.

    No meio desta busca por novas alternativas para gerar energia, temos acordos e compromissos firmados pelo Brasil com outros países, com o objetivo de diminuir as emissões de gases do efeito estufa na atmosfera. Este cenário aumenta a necessidade da busca por novas e eficazes Tecnologias para geração de Energia limpa, que possam atender a crescente demanda de consumo.

    Os desafios são grandes, tendo em vista que a média de consumo de energia tem aumentado muito nos últimos anos. A geração térmica e elétrica com Biomassa, tem ajudado o Brasil a crescer e acompanhar as principais tecnologias disponíveis no mundo . O CIBIO - Congresso Internacional de Biomassa é a melhor oportunidade para discutir os novos rumos e tendências do setor, além de uma excelente ocasião para apresentar novas tecnologias, pesquisas apresentadas pelos Setores Acadêmicos e Produtivos que juntos são as forças necessárias para esta tão esperada mudança.

    Em 2016, o evento reuniu os principais especialistas do setor de Biomassa no Brasil, tendo a participação também de 750 congressistas de 05 países.

    Em 2017, foram mais de 600 Congressistas, que lotaram a arena que tinha esta capacidade.

    Para 2018, serão mais 750 congressistas e os visitantes chegaram a 3 mil pessoas credenciadas e segmentadas.

    O evento será uma grande oportunidade de reunião estratégica de empresários, para juntos debaterem e discutirem os melhores rumos para um setor ainda mais forte e competitivo nos próximos anos.

    Leia mais...

  • ILPF

    II CONGRESSO MUNDIAL SOBRE SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA

    22 a 25 Junho
    O II Congresso Mundial sobre Sistemas de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (WCCLF2020) tem como principal objetivo propiciar um fórum de discussão e atualização sobre sistemas ILPF no mundo no que tange a preservação ambiental, os impactos socioeconômicos e as inovações tecnológicas, com aprofundamento teórico, aplicações práticas e modelos de negócio. 
    São esperados cerca de 600 participantes entre pesquisadores e professores de diferentes Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), nacionais e internacionais; estudantes de pós-graduação matriculados em cursos relacionados ao tema do evento; técnicos agropecuários; produtores rurais; profissionais da indústria de insumos e máquinas agrícolas; formadores de políticas públicas e de opinião pública. O congresso irá tratar de aspectos tecnológicos e de sustentabilidade econômica e ambiental dos sistemas integrados em seus suas diferentes modalidades que combinam a produção de lavoura, pecuária e floresta na mesma área e com uso eficiente de insumos, que são fundamentais para a segurança alimentar no futuro. 

    Leia mais...

  • SER

    III Conferência Brasileira de Restauração Ecológica e I Seminário Brasileiro de Sementes Nativas

    08 a 11 Setembro

    Por que o tema “Inclusão Social e Produtiva na Década da Restauração”?

    Em 2019, a Organização das Nações Unidas declarou que, entre 2021 e 2030, estaremos na Década da Restauração Ecológica. Essa declaração vem ao encontro de uma série de acordos internacionais que tem metas ambiciosas de recuperação de áreas degradadas, com vários países signatários (Acordo de Paris, Bonn Challenge, Declaração de Nova York, dentre outros). Todas essas declarações e acordos apontam para uma direção: estamos enfrentando uma era de enormes desafios ambientais, e precisamos de uma estratégia clara e colaboração global para reverter este quadro.

    A ciência e a prática da restauração são importantes aliados para alcançar as metas acordadas globalmente. A restauração ecológica é o processo de auxiliar a recuperação de um ecossistema que foi alterado, degradado ou destruído (SER, 2004), e representa um compromisso de longo e indeterminado prazo, gerando serviços ambientais fundamentais para a sobrevivência da população. Entre tais serviços podemos citar a regulação do fluxo e qualidade dos mananciais hídricos, a manutenção da fertilidade do solo, as belezas cênicas, o equilíbrio climático, a conservação da biodiversidade e a segurança alimentar.

    Para que a restauração aconteça de fato e ganhe a escala necessária, é importante o engajamento social. Em áreas que hoje estão degradadas e, em muitos casos, improdutivas, a restauração ecológica pode representar tanto uma oportunidade de conservação como uma oportunidade econômica. A chamada “cadeia da restauração” envolve desde coletores de sementes, passando por produtores de mudas, empresas e técnicos que executam os projetos de restauração, produtores rurais que tenham áreas a serem recuperadas, empresas que tenham passivos ambientais decorrentes de seus processos, poder público (que define regras e políticas públicas que geram demandas de restauração), empresas que oferecem suporte técnico e científico para a restauração, extensionistas, entre outros.

    É fácil perceber que a cadeia da restauração demanda uma grande gama de pessoas e profissionais e tem um enorme potencial de geração de emprego e renda. O Brasil desempenha um papel chave neste cenário, já que estimativas indicam que 2 milhões de empregos podem ser gerados através da recuperação de áreas degradadas. Não deveria haver conflito entre produção, restauração e conservação de áreas naturais, já que estas atividades podem se complementar!

    Nesse contexto, a III Conferência de Brasileira de Restauração Ecológica – SOBRE2020 e o I Seminário Brasileiro de Sementes Nativas escolheram como tema “Inclusão social e produtiva na década da Restauração Ecológica”. Como articular os elos da cadeia da restauração, e como integrar a produtividade de áreas agrícolas às práticas de conservação e recuperação da biodiversidade, envolvendo diferentes setores da sociedade é o nosso grande desafio atual. Este ano, queremos trazer esses distintos setores para o debate, com apresentação de abordagens inovadoras e complementares.

    A expectativa é de que cerca de 600 pessoas participem da SOBRE2020. Serão distintos olhares sobre a restauração ecológica, necessidades, interesses e oportunidades interagindo intensamente. Esperamos você para construir juntos uma agenda inclusiva e produtiva para a cadeia da restauração ecológica brasileira!

    Julia Raquel Mangueira
    Presidente SOBRE2020
    Juliana Müller Freire
    I Seminário Brasileiro de Sementes Nativas

    Leia mais...

  • Ver todos
    contador grátis